Monografia: Resumo e Introdução

Resumo

O objetivo deste trabalho é apresentar sucintamente os fatores que propiciaram o surgimento do sistema bancário no mundo, sua instituição no Brasil e as alterações normativas e regulamentadoras que moldaram o sistema vigente no país e os impactos destas mudanças nos circuitos econômicos, principalmente após a implantação do Plano Real em 1994, que culminou numa grande reestruturação de todo o sistema por meio de mudanças nas atividades dos agentes financeiros do país. Entre os principais fatos que ocorreram após este evento citaremos as mudanças de controle acionário nas instituições ativas no país devido às aquisições por grupos estrangeiros, por meio dos programas de reestruturação do sistema (PROER e PROES) ou pela própria dinâmica do sistema. Para finalizar analisaremos as mudanças nos meios de pagamentos existentes, chegando aos meios eletrônicos proporcionados pelos cartões magnéticos de débito e crédito e sua representatividade nos dias atuais.

Palavras chave: Sistema Bancário, moeda, cartões de débito, cartões de crédito, Plano Real.

1- Introdução

Este trabalho tem como objetivo apresentar o surgimento do sistema bancário no Brasil, suas alterações e regulamentações e analisar os efeitos da nova dinâmica bancária, pós 1994, criada com a implantação do plano Real e com os novos produtos bancários lançados no mercado, especialmente a emissão e utilização dos cartões magnéticos de débito e crédito. Analisaremos os efeitos destas mudanças com vistas nos impactos causados nos circuitos da economia urbana e a conseqüente reorganização do espaço urbano. O nosso recorte espacial será o Estado de São Paulo em função da sua importância no cenário nacional, representando cerca de 40% da movimentação financeira do país e por possuir a maior rede bancária entre os estados brasileiros, com 32,70%[1] do total de agências bancárias do país. Devido a essa grande rede bancária existente no Estado, constituída por diversas instituições financeiras, optamos por aprofundar a questão da emissão dos cartões magnéticos em apenas uma instituição financeira, o Banco Nossa Caixa S/A. Esta escolha motiva-se pela representatividade da instituição no Estado, que atinge os vários segmentos da sociedade. O recorte temporal para a análise dos dados de emissão e utilização dos cartões de débito e crédito será o período de 2003 a 2007, onde verificaremos a grande ampliação destes meios de pagamento, viabilizada pelos avanços tecnológicos nas áreas de informática e comunicação, e pelas mudanças iniciadas em 1995 no sistema bancário. Buscaremos também apresentar a nova realidade do crédito proporcionada pelo cartão de crédito com abrangência internacional e o fim das barreiras territoriais do crédito em relação ao individuo comum da sociedade.

[1] Fonte: Banco Central do Brasil- 2006

Uma resposta

  1. obrigado ajudou me muito

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: