Crédito: O que é?

Segundo o dicionário do Aurélio, crédito é definido como o ato de crer em algo ou em alguém, devido a sua reputação, boa fama ou por consideração. Ceder ou vender a alguém qualquer produto sem a contrapartida em dinheiro ou em outra mercadoria, com pagamento futuro.

No meio financeiro consideramos crédito a disponibilização de dinheiro com ressarcimento posterior por meio de pagamento único ou parcelado.

Com a finalidade de oferecer crédito aos seus clientes o sistema financeiro criou diversos produtos, cada qual com suas especificidades.

Crédito Pessoal – Empréstimo sem fim definido, ou seja, o cliente pode utilizar os recursos da maneira que melhor lhe convier, sem a necessidade de prestar esclarecimentos ao credor.

Financiamento de Bens – Linha de crédito especifica para aquisição de bens duráveis, os quais servem como garantia da operação.

Cheque especial – Limite de crédito disponível diretamente na conta corrente para utilização a qualquer momento, por saque com cartão magnético, saque no caixa, emissão de cheques ou débitos de convênios ou contas de consumo.

Cartão de crédito – Limite de crédito disponível para utilização por meio de cartão magnético, com pagamento posterior na data de vencimento da fatura. O cartão de crédito possui a peculiaridade de não cobrar juros quando é efetuado o pagamento total da fatura no vencimento.

Financiamento imobiliário – Linha de crédito especifica para aquisição de imóveis residenciais.

Podemos encontrar diversas nomenclaturas no mercado financeiro, mas trata-se apenas de variações dos produtos acima ou específicos para outros fins.

Mas como citei o crédito é o ato de crer em alguém devido a sua reputação, boa fama ou consideração, mas como o mercado financeiro busca informações para definir o perfil de sua clientela e decidir quem merece crédito e quanto deve ser o valor disponibilizado para cada produto?

Atualmente os bancos e financeiras contam com seus próprios cadastros, mas também utilizam os serviços de empresas especializadas, como a SERASA, consultam órgão de proteção ao crédito e possuem a disposição dados fornecidos pelo BACEN, sobre o nível de endividamento e perfil das dívidas (adimplentes e inadimplentes) de todos os clientes do sistema financeiro.

Com base nas informações coletadas, quer seja no próprio cadastro e histórico do cliente na instituição, ou em empresas e órgão externos, os agentes do sistema financeiros efetuam suas analises e definem para quem e quais valores disponibilizar de crédito para cada um de seus clientes. Essas medidas são necessárias para diminuir o risco e conseqüentemente o custo do crédito.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: