Crédito: O que é?

Segundo o dicionário do Aurélio, crédito é definido como o ato de crer em algo ou em alguém, devido a sua reputação, boa fama ou por consideração. Ceder ou vender a alguém qualquer produto sem a contrapartida em dinheiro ou em outra mercadoria, com pagamento futuro.

No meio financeiro consideramos crédito a disponibilização de dinheiro com ressarcimento posterior por meio de pagamento único ou parcelado.

Com a finalidade de oferecer crédito aos seus clientes o sistema financeiro criou diversos produtos, cada qual com suas especificidades.

Crédito Pessoal – Empréstimo sem fim definido, ou seja, o cliente pode utilizar os recursos da maneira que melhor lhe convier, sem a necessidade de prestar esclarecimentos ao credor.

Financiamento de Bens – Linha de crédito especifica para aquisição de bens duráveis, os quais servem como garantia da operação.

Cheque especial – Limite de crédito disponível diretamente na conta corrente para utilização a qualquer momento, por saque com cartão magnético, saque no caixa, emissão de cheques ou débitos de convênios ou contas de consumo.

Cartão de crédito – Limite de crédito disponível para utilização por meio de cartão magnético, com pagamento posterior na data de vencimento da fatura. O cartão de crédito possui a peculiaridade de não cobrar juros quando é efetuado o pagamento total da fatura no vencimento.

Financiamento imobiliário – Linha de crédito especifica para aquisição de imóveis residenciais.

Podemos encontrar diversas nomenclaturas no mercado financeiro, mas trata-se apenas de variações dos produtos acima ou específicos para outros fins.

Mas como citei o crédito é o ato de crer em alguém devido a sua reputação, boa fama ou consideração, mas como o mercado financeiro busca informações para definir o perfil de sua clientela e decidir quem merece crédito e quanto deve ser o valor disponibilizado para cada produto?

Atualmente os bancos e financeiras contam com seus próprios cadastros, mas também utilizam os serviços de empresas especializadas, como a SERASA, consultam órgão de proteção ao crédito e possuem a disposição dados fornecidos pelo BACEN, sobre o nível de endividamento e perfil das dívidas (adimplentes e inadimplentes) de todos os clientes do sistema financeiro.

Com base nas informações coletadas, quer seja no próprio cadastro e histórico do cliente na instituição, ou em empresas e órgão externos, os agentes do sistema financeiros efetuam suas analises e definem para quem e quais valores disponibilizar de crédito para cada um de seus clientes. Essas medidas são necessárias para diminuir o risco e conseqüentemente o custo do crédito.

Dicionário

No mercado financeiro e bancário nos deparamos diariamente com diversas siglas, as quais são utilizadas para facilitar a  comunicação, pois evitam o pronunciamento completo do instituto, índice ou serviço. Mas para entender esse vocabulário e usufruir dessa “facilidade” é necessário conhecer o que significa cada sigla e sua utilização ou fundamento.

Pensando nisso estou elaborando em duas temáticas, termos e siglas, um dicionário básico com o significado das siglas ou termos utilizados rotineiramente no mercado financeiro.

Espero que esta pequena contribuição seja útil e caso tenha escapado algum termo ou sigla peço que me enviem para que eu possa enriquecer cada vez mais este espaço.

Siglas 1/3 (BC a INSS)

Siglas 2/3 (IOF a PIB)

Siglas 3/3 (RDB a TR)

Dicionário – Siglas 3/3

-RDB

Recibo de depósito Bancário

Títulos de Renda Fixa emitidos pelos Bancos e remunerados com taxas pré ou pós-fixadas.

-RF

Renda Fixa

Modalidade onde são lastreados títulos da dívida pública.

-SCPC/SPC

Serviço Central de Proteção ao Crédito

Central de informações sobre inadimplências ou negativações de empresas ou pessoas.

-SELIC

Sistema Especial de Liquidação e de Custódia

Local onde são efetuadas as transações interbancárias com lastro em títulos públicos federais, com base na Taxa Selic definida pelo COPOM.

-SERASA

Empresa privada de prestação de serviços as empresas e público em geral. Possui o maior banco de dados cadastrais de pessoas físicas e Jurídicas, além de negativações e dívidas vencidas. Essas informações são cruciais para as lojas e instituições financeiras no ato da concessão de crédito.

-SISBACEN

Sistema de informações do Banco Central

Sistema que coleta, armazena e troca informações com todos os agentes do sistema financeiro. É possível analisar o nível de endividamento de pessoas ou empresas por meio das informações disponibilizadas no SISBACEN.

-TAC

Tarifa de Abertura de Crédito

Tarifa cobrada na concessão de empréstimos ou financiamentos (Suspensa pelo BACEN em 2009)

-TED

Transferência Eletrônica Disponível

Modalidade de transferência de crédito utilizada pelos clientes dos bancos para transferir recursos entre duas instituições financeiras (a partir de R$ 5.000,00).

-TR

Taxa Referencial

Índice calculado a partir da SELIC e da média das taxas de CDB, pré-fixado de 30 dias, para complementar os juros pagos na poupança.

Dicionário – Siglas 2/3

-IOF

Imposto sobre Operações Financeiras

Imposto incidente sobre toda e qualquer operação efetuada no sistema financeiro.

-IPCA

Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo

Índice mensal de apuração do aumento do custo de vida das famílias com renda de 01 a 40 salários mínimos.

-IPTU

Imposto Predial Territorial Urbano

Imposto sobre propriedades existentes na área urbana.

-IPVA

Imposto Sobre a propriedade de Veículos Automotores

Imposto sobre veículos com alíquota de 3 ou 4% dependendo do combustível utilizado.

-IR

Imposto de Renda

Imposto sobre salários ou rendimentos de aplicações financeiras.

-ISSQN

Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza

Imposto cobrado de profissionais liberais ou empresas prestadoras de serviços.

-ITR

Imposto Territorial Rural

Imposto sobre a propriedade rural.

-LTN

Letras Tesouro Nacional

Título público Federal.

-NTN

Notas do Tesouro Nacional

Título público Federal.

-OC

Ordem de crédito

Transferência de valores, entre agências do mesmo banco, com crédito em conta do favorecido.

-OP

Ordem de pagamento

Transferência de valores, entre agências do mesmo banco, com crédito a disposição do favorecido em unidade bancária.

-PIB

Produto Interno Bruto

Soma das receitas sobre toda produção efetuada no país.

<!–[if gte mso 9]> Normal 0 21 false false false PT-BR X-NONE X-NONE MicrosoftInternetExplorer4 <![endif]–><!–[if gte mso 9]> <![endif]–> <!–[endif]–>

-IOF

Imposto sobre Operações Financeiras

Imposto incidente sobre toda e qualquer operação efetuada no sistema financeiro.

-IPCA

Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo

Índice mensal de apuração do aumento do custo de vida das famílias com renda de 01 a 40 salários mínimos.

-IPTU

Imposto Predial Territorial Urbano

Imposto sobre propriedades existentes na área urbana.

-IPVA

Imposto Sobre a propriedade de Veículos Automotores

Imposto sobre veículos com alíquota de 3 ou 4% dependendo do combustível utilizado.

-IR

Imposto de Renda

Imposto sobre salários ou rendimentos de aplicações financeiras.

-ISSQN

Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza

Imposto cobrado de profissionais liberais ou empresas prestadoras de serviços.

-ITR

Imposto Territorial Rural

Imposto sobre a propriedade rural.

-LTN

Letras Tesouro Nacional

Título público Federal.

-NTN

Notas do Tesouro Nacional

Título público Federal.

-OC

Ordem de crédito

Transferência de valores, entre agências do mesmo banco, com crédito em conta do favorecido.

-OP

Ordem de pagamento

Transferência de valores, entre agências do mesmo banco, com crédito a disposição do favorecido em unidade bancária.

-PIB

Produto Interno Bruto

Soma das receitas sobre toda produção efetuada no país.

Dicionário – Siglas 1/3

-BC – BACEN

Banco Central

Agente Oficial do Estado na Regularação e Normatização do Sistema Financeiro.

-CCF

Cadastro Cheque Sem Fundos

Cadastro de emissores de cheques sem fundos.

-CDB

Certificado Depósito Bancário

Títulos de Renda Fixa emitidos pelos Bancos e remunerados com taxas pré ou pós-fixadas.

-CDI

Certificado Depósito Interbancário

Títulos de Renda Fixa emitidos pelas Instituições Financeiras e negociados apenas entre elas.

-CET

Custo Efetivo Total

Taxa de juro total utilizada nos empréstimos, considerando todos os custos e encargos da operação (Carência, IOF, etc.).

-COPOM

Comitê Política Monetária

Comitê do Banco Central responsável pelas diretrizes da Política Monetária no País.

-DOC

Documento de Crédito

Modalidade de transferência de crédito utilizada pelos clientes dos bancos para transferir recursos entre duas instituições financeiras (até R$ 4.999,99).

-IGP-M

Índice Geral de Preços do Mercado

Com divulgação mensal pela Fundação Getúlio Vargas o índice foi criado como base para a correção de alguns títulos emitidos pelo Tesouro Nacional e de depósitos bancários. É utilizado para a correção de aluguéis e tarifa de energia elétrica.

-INCC

Índice Nacional da Construção Civil

Índice elaborado mensalmente pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) em conjunto com a Caixa Econômica Federal (CEF) com o intuito de acompanhar o aumento dos custos de produtos e serviços utilizados na construção civil.

 

-INPC

Índice Nacional de Preços ao Consumidor

Índice mensal de apuração do aumento do custo de vida das famílias com renda de 01 a 06 salários mínimos.

-INSS

Instituto Nacional de Seguridade Social

Previdência Pública para fins de aposentadoria e licenças saúde dos trabalhadores.